terça-feira, 31 de maio de 2011

Aviso!!!

Mudar de vida, dicas,dica,mudar,mudançar,transformar,nunca desista

Desejo que você nunca:

desista de ser você;

deixe de alcançar seus objetivos;

deixe de encontrar um grande amor;

se esqueça de ajudar o próximo;

deixe de sorrir sempre que possível;

se esqueça de onde você vem;

se esqueça de seus amigos e dos seus familiares;

deixe de lembrar da felicidade e alegria que você é para alguém;

deixe de chorar quando tiver vontade;

se esqueça  toda a força que você tem;

tente agradar os outros;

se esqueça de ser educado;

seja uma pessoa negativa;

se esqueça do seu grande sonho;

tenha medo de arriscar;

se esqueça de que as derrotas acontecem com todos que tentam;

deixe de lembrar que os caminhos, por mais difíceis que possam ser, nunca é sem fim;

se esqueça de que vale a pena viver;

nunca mesmo, do fundo do coração, se esqueça de que existe alguém que provavelmente você não conheça, mas que verdadeiramente torce para que você conquiste tudo o que sempre quis.

Medo, esquecer, nunca, desistir, negativo são palavras que não gostamos de usar, né? Mas dependendo do ponto de vista, faz mais sentido do que qualquer outra. 

Se existe uma coisa que eu desejo muito é, através das palavras, ajudar, confortar, estimular, dividir, desafiar, incomodar as pessoas. Seu poder é imenso e ao mesmo tempo não dá nenhum trabalho. Basta apenas que eu sente e digite tudo. Simples, não?

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O pós faxina.

Mudar de vida,dicas, dica, mudar, transformar,jogar coisas fora

Depois de ter feito a minha faxina, pude enxergar melhor várias coisas. Meu humor está bem melhor. Na verdade nunca tive nenhum problema com ele, só que agora ele está mais suave, mais sincero e principalmente mais natural. E isso afeta todos a minha volta. Já escrevi por aqui que as pessoas do meu trabalho já vem conversar comigo sorrindo porque eles falam que é impossível eu não estar fazendo o mesmo.

Antes eu era bem direta, não media as palavras e muitas vezes causava um certo desconforto nas pessoas. Não que tenha deixado de ser eu, acontece que algumas vezes temos que enxergar outros pontos em nossas vidas que antes tínhamos receio de chegar perto. Ao se expor, mostramos para todos nossa verdadeira essência, mas também mostramos todas as nossas fraquezas, ficando vulnerável para os maldosos de plantão.

Acontece que hoje, pelo menos pra mim, nada disso mais importa. Se eu tiver que fazer alguma coisa que antes nunca havia feito, certamente terei o prazer de ir em frente. No final do ano passado, disse para minhas amigas que 2011 seria o ano de quebrar paradigmas. Seria o ano de fazer tudo diferente, pois nos anos anteriores sempre fiz as mesmas coisas e nunca sai do lugar. E com esta mudança, estou vivendo milhões de coisas ao mesmo tempo.

Tenho grande ambições. Na verdade sempre tive, é que tinha muito medo de me mostrar para as pessoas e ter minha opinião contrariada ou escutar de alguém que meu sonho é ridículo. Hoje, até escuto essas coisas, mas agora a diferença é que não tenho nenhuma intenção de parar. Todas as palavras maldosas e negativas em relação aos meus objetivos me fazem cada vez mais buscá-lo. Faz que eu vá em frente de cabeça erguida e com muita vontade. Hoje me vejo fazendo tudo o que nunca fiz na vida, e pude perceber que estou muito mais feliz e realizada. Muito embora, ainda falte muita, mais muita coisa para se concretizar, sei que estou construindo meu caminho.

Quero mesmo é ajudar as pessoas a se sentirem bem, a se aceitarem do seu jeito. Quero poder escrever coisas com que as pessoas se identifiquem e que mais do que tudo, que as ajudem a encontrarem seus caminhos e viverem seus sonhos. Desejo que as pessoas parem de ver somente o lado negativo das coisas e dar pessoas e procurem ver coisas nunca vistas. Desejo que elas se sintam realizadas e que parem de reclamar da vida. Sempre escuto as pessoas dizerem que a vida é difícil. Mas vocês tem que concordar que ninguém disse que seria o contrário, certo?

Se seguimos o caminho que já foi seguido antes, já saberemos todas as respostas de todos os obstáculos. O importante hoje é a construção de novas estradas que nos levem a novos caminhos. Caminhos esses que nos transportem aos mais diversos lugares. Lugares esses que nos mostre a verdadeira paisagem da vida. Vida essa que nos mostre a real alegria de sermos nós mesmos e somente do nosso jeito, alcançarmos todos os nossos objetivos.

domingo, 29 de maio de 2011

Hoje é dia de faxina...

Mudar de vida, dica,dicas, mudar, transformar,jogar coisas fora

Esses dois dias sem postar nada foram absolutamente preciosos. Gostaria de saber como estava o grau da minha satisfação em ter espaços (aqui e no face) que tanto quis. Quero dizer, sempre tive a idéia de fazer o que faço hoje, mas nunca esperei muito retorno, afinal, como sempre escrevo aqui, as pessoas estão mais acostumadas em ter do que ser.

Nesses dias de reclusão, tive que colocar pontos, vírgulas e terminar etapas da minha vida. Tive que  simplesmente dar um basta em algumas situações e dizer, foi bom enquanto durou, mas agora minha vida é outra e você não faz mais parte dela.

E então surge o tão famoso apego. Me dediquei tanto tempo em algo para simplesmente largar assim, sem mais nem menos. E depois, como ficarei? Estava no último semestre do curso de História e o que aconteceu foi que não estava mais conseguindo me concentrar nos estudos. Enquanto tentava estudar, estava pensando em milhões de coisas. Notei que isso vinha acontecendo desde o meio do ano passado, mas mesmo assim insisti e consegui terminar o semestre. Só que neste ano as coisas pioraram. Um certo momento percebi que abandonei tudo. E foi aí que tive que sentar e colocar tudo em pratos limpos. Pensei, conversei e decidi que sair da faculdade iria me dar um certo alívio. O que acontece é que sempre quis fazer este curso, desde pequena. Sempre gostei muito dos assuntos abordados e de ter a oportunidade de estudar personagens tão fantásticos. Só que também percebi que precisava estar 100% focada e não estava. Meu foco hoje é outro. Sinto que demorei um pouco para começar o curso mas agradeço a oportunidade que tive durante os semestres que fiz. Meu momento agora é outro e está ficando cada vez melhor, exatamente do jeito que sempre quis.

Quando planejamos uma coisa e ela não sai do jeito que você sempre sonhou não tem problema. Compreendi a expressão "pelo menos tente, o máximo que pode acontecer é não dar certo." Não me arrependo de nada que fiz na minha vida, mas arrependo-me profundamente do tempo que perdi. Foi uma época em que o medo era tão presente que não conseguia nem respirar. Da mesma maneira que fazemos uma faxina no nosso armário, jogando roupas fora, doando e arrumando, temos que fazer pela nossa vida. Sente, pense em como está sua vida agora e como você gostaria que estivesse. E aos poucos vá eliminando, revendo prioridades e colocando cada qual no seu lugar. Mas essa atividade requer apenas uma coisa: não ter medo. Você irá se sentir frustrada, triste, desamparada mas entenda que é algo que você terá que fazer. O importante é o começo.

Nunca se esqueçam de que para qualquer objetivo na vida, sempre teremos que dar os primeiros passos. Não tenham vergonha ou medo de tentar. E muito menos sintam-se tristes por algo que deu errado. Esse é o grande presente que temos. A chance de todos os dias começar algo novo.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Como chegar...

Mudar de vida, dicas, dica, mudar, transformar,mudanças,caminhos.

As pessoas não estão acostumadas com pessoas felizes. Logo já começam a achar mil defeitos, ou que aprontou alguma coisa, ou que é rica. Todos os dias - entenderam? -  todos os dias eu escuto alguma piadinha referente a minha felicidade. Já perguntaram se uso drogas, remédios, se sou alcóolatra, ou se fiz sexo a noite inteira.

O que ainda não me acostumei são com as respostas que dou. Quando sou bombardeada com tais perguntas, logo respondo que todos podem ser como sou. Que podem usar a droga que uso, que é tudo uma questão de escolha e a pior de todas e é essa que a que revolta todos: quando falo que as pessoas não são felizes por preguiça. Que estão tão acostumadas com suas vidas que quando eles tem a oportunidade de fazer algo novo, preferem o costumeiro, o normal. Depois no final ainda escuto que não teve novidade, que é sempre do mesmo jeito!!! Meio óbvio, não?

Na verdade o que eles ainda não descobriram é que tudo isso dessa tal felicidade mora dentro da gente. Podemos ser felizes sim. Basta queremos. O mesmo esforço que fazemos sendo infelizes, amargos, podemos usar para o outro lado. As pessoas hoje encontram felicidade no ipad, iphone, ipod e esquecem somente do "I", ou seja, esquecem-se apenas do eu.

Temos tanta coisa ainda para ser vista que ainda não me conforme de as pessoas quererem sempre o mesmo. E quando percebem que a graça está sempre na novidade, fica aquela sensação de tempo perdido.  Se você está sentindo isso agora, não pare. Continue a buscar o novo, o desconhecido. Ele sempre trará boas novas e trará movimento em sua vida. Faça algo novo todos os dias. Não tem erro. Esse é o caminho.

Tenho dentro de mim, todas as sensações. Choro, sorrio, fico triste, alegre, tenho raiva, sinto ódio, amo, surpreendo, ajudo. O que me diferencia das outras pessoas é o fato de que eu escolhi ser feliz e fazer o que quero.

Fico tentando escrever o que sinto. Mas é difícil colocar em palavras. Imagino que demorei tempo demais para descobrir tamanha simplicidade. Não é algo de fora pra dentro. É de dentro pra fora, e a partir disso você vai conseguindo dar sentido a tudo o que você quer. Não busquei primeiro o sentido. Primeiro senti tudo para depois começar a fazer.

O esquema é simples: primeiro entenda-se com seus sentimentos para depois colocar tudo em prática. Não é o ideal, mas para quem nunca fez nada pela vida, é um grande passo.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A luta agora é outra

Mudar de vida, dicas, dica,mudar, transformar,lutar,não desistir

Depois de todas as minhas decisões tomadas, chegou a hora da ação. Me desfiz de um monte de coisa, limpei minha bagunça, listei meus amigos e redefini prioridades. O tempo agora é de muita novidade e ao mesmo tempo insegurança. Tudo é diferente do que antes e estou disposta a ir em frente sem medo.

A primeira vez que tive a imensa vontade de seguir meu caminho, fiquei bem confusa. Era uma mistura de medo, insegurança, felicidade e sorrisos para todos os lados. Sabe quando você fica alegre sem motivo e fica rindo à toa? Pois é. Foi a mesma sensação que tive. Depois de uns dias tive que verificar novamente para ver se a sensação era a mesma, e se realmente eu estava com toda a intenção de mudar. A sensação que veio foi mil vezes mais forte, como uma onda que varre toda uma cidade. Meu corpo todo estava cheio desse sentimento, desde os dedos dos pés até o último fio de cabelo.

Ainda hoje não sei precisar quanto tempo durou essa sensação, mas o que sei é que por causa dela estou aqui hoje. Acontece que quando você decide tomar o rumo da sua vida, tudo muda. Até o seu corpo muda. Todas aquelas sensações de antes, cansaço, tristeza, ansiedade, depressão, tudo some. E aos poucos vamos nos acostumando com este novo mundo. Vemos as mesmas pessoas nas ruas com outros olhos, conversamos com os mesmos amigos e notamos algo de diferente, vemos um pôr do sol e achamos graça e beleza.

Meu mundo agora é outro. Vivo no mundo das possibilidades, das incertezas. Mas também compartilho com todos as oportunidades, os novos caminhos. Aos poucos estou ajeitando minha vida, colocando tudo no meu devido espaço e fazendo o meu caminho. Até já obtive alguns retornos do meu esforço. Foi bem legal!

A partir de hoje, toco pra frente o projeto do livro. O blog está indo super bem e a page no facebook nem se fala. Muitos contatos e o melhor, muitas pessoas com o mesmo espírito. Muita gente querendo mudar de vida, mas que por algum motivo, ainda não encontraram o caminho. Só falo uma coisa a todos vocês: os caminhos somos nós quem traçamos, e aos poucos vamos percebendo que a sua construção é diária. Não tenha medo de errar, arrisque.

Falando sobre o livro, ainda não sei bem como começar, mas tenho já um esboço de um que comecei no início do ano. Vou ler novamente e ver se dá para salvar alguma coisa. E também quero ver se consigo alguns sites para parceria. Blogs, pages, tanto faz. O importante é nos unirmos em comum objetivo e tentar chegar no ponto final. Não foi sossegar enquanto não chegar lá.  Já está na minha cabeça, nos meus nervos, em todo o meu corpo.

O caminho, já consegui uma pequena abertura. Agora é continuar trilhando esse grande desconhecido espaço e nunca parar. O primeiro passo já foi dado e era a parte mais difícil.   E o que vier a partir de agora, é somente para acrescentar.

Vamos todos juntos! Seremos poucos no começo. Seremos ridicularizados por aqueles que acham que a verdade pertence a alguns. Mas nunca iremos sucumbir. Nunca iremos mostrar a bandeira branca. Estou pronta pra luta, seja lá contra quem e aonde. Não tenho mais medo. Quero mais é ser feliz e mostrar para todos que isso é possível!!!

terça-feira, 24 de maio de 2011

Sem medo de ser feliz



Quando passamos a não mais ter medo da vida e suas consequências, começamos a ver tudo claramente. O que antes era um grande obstáculo, vemos agora que poderíamos ter pego um atalho e ter chegado mais rapidamente ao objetivo. O que antes era impossível, vemos que é possível, mas precisa de muito esforço e confiança.

Quando passamos a não mais ter medo da vida e suas consequências, aprendemos que todos os dias poderemos recomeçar nossa vida, basta apenas termos em mente o que realmente queremos e seguir em frente.

Quando passamos a não mais ter medo da vida e suas consequências, caímos após uma tentativa e continuamos a batalha, com a cabeça mais erguida do que nunca e sempre com aquela satisfação transformada em sorriso. O tentar vira agora uma obrigação.

Quando passamos a não mais ter medo da vida e suas consequências, viramos gigantes sem ao menos ter que mudar nossa aparência. Nossos pensamentos transformam-se em palavras e ações e esses elementos juntos, transformam vidas.
Quando passamos a não mais ter medo da vida e suas consequências, enxergamos apenas o que queremos e o que vai nos ajudar a crescer. O que antes víamos como negativo, transformamos em alavanca para o nosso sucesso. Não vemos mais o lado negativo em tudo, apenas separamos o amargo e o utilizamos quando precisamos. 

Com o tempo, vamos aprendendo a cair, chorar, tentar e não alcançar, não ser ouvido, apanhar e mesmo assim continuamos em frente, com a idéia na cabeça de que se pararmos, morreremos.

O objetivo é simples. Não podemos parar nunca. A vida é movimento. O amor é movimento. O sonho é movimento. Encha o seu peito de vontade, tenha sangue nos olhos, corra e vá atrás dos seus sonhos. O importante é não parar!!!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

domingo, 22 de maio de 2011

De hoje em diante...

Mudar de vida, dicas, dica,mudar, seguir em frente, de hoje em diante

Quando deixamos para trás velhos hábitos e adotamos novos, muitas pessoas a sua volta percebem a diferença e vem perguntar o que aconteceu para tanta mudança. Você vai vendo as mais diversas reações nos rostos de cada um que antes conhecia você de um jeito e agora tem que aprender novamente a te conhecer.

Você, aos poucos, vai abrindo seu coração para as novidades. E percebe que bem devagar, você volta a ser criança. Sensações, pensamentos, pessoas, movimento, tudo diferente do que você via antes. O engraçado é que tudo é feito sempre do mesmo jeito. Nada muda. Daí, percebe que quem mudou foi somente você.

Para de dizer os mesmos "nãos" de sempre e intercale com um sim. No lugar daquele velho rosto fechado, o sorriso tenta fugir do canto de sua boca, e quando você vê, ele já está todo esparramado, de ponta a ponta, sem esconder nada.

A escolha para a mudança é única e exclusivamente sua. Ninguém irá tomar essa decisão por você. Sempre teremos dois caminhos a seguir, aqui iremos chamá-los de positivo e negativo.  Se quer coisas novas, mudanças, pessoas diferentes, diversos sentimentos, opte pelo positivo. Já se não quer ter o trabalho de recomeçar, a ver as mesmas coisas, as mesmas pessoas e os mesmos sentimentos, siga pelo negativo. Apenas um adendo, este caminho você já conhece, ok?

Seja lá o que estiver fazendo, perceba uma coisa. Como fica o seu coração durante o momento? Ele está morno, frio, quente, pegando fogo? É a partir daí que você irá ver o que realmente você quer e principalmente, quem é você. Se o seu coração sair pela boca, bater aceleradamente, o sorriso brotará instantaneamente da sua boca e durante todo o processo ele estará lá. Se você se sentir assim, parabéns! Caso contrário, ainda há esperanças. Não desanime. Não pare.

Quando estamos no caminho negativo, seguimos fazendo as mesmas coisas e sempre temos os mesmos resultados, correto? Quando termina nosso dia, não temos nada de novo para contar em casa, é sempre aquela história: " - Ah, foi normal. Nada de novo!"

Para criar um hábito e deixar outro, temos que começar a fazer coisas diferentes, não é? Então a partir de hoje, começaremos, juntos, a fazermos todos os dias alguma coisa diferente. Um novo caminho para o trabalho, falar oi para um estranho, ajudar um idoso, uma gestante, sorrir para uma criança, conversar com uma pessoa que sentou do seu lado no ônibus, comprar flores, entrar na academia, iniciar o curso de idiomas, dar um abraço nos seus pais, brincar com seu filho, levar seu cachorro para passear, fazer o jantar...São tantas coisas que podemos fazer para sairmos do mesmo que daria para escrever uma folha inteira de indicações. 

Decrete hoje, dia 22 de maio de 2011, o dia em que você irá iniciar uma mudança na sua vida. Como o mundo não acabou ontem, ainda temos um tempinho para vivermos do nosso jeito.

sábado, 21 de maio de 2011

Pensamentos...

Mudar de vida, dicas, dica, mudar, transformar, pensamentos.

Meus pensamentos ás vezes me assustam. Eles chegam tão rapidamente que quando vejo já estou sendo derrubada por todos de uma só vez. E confesso que está sendo bem difícil colocar tudo no lugar. Mas está sendo legal essas revelações ao longo dos dias. Preciso ser rápida para poder ter tempo de dar vida a tudo. 

E é até engraçado, porque atropelo tudo. Quero escrever sobre uma coisa e quando vejo já estou em outra.
Nossos pensamentos, se não bem administrados, podem fazer com que nos sentimos perdidos no meio de tantas idéias. Acho que o ideal é quando vier aquela tempestade deles, parar, respirar e tentar ajeitar tudo. Bem devagar, sem pressa. Pego várias folhas e vou anotando cada palavra, daí vou formando longos textos, pequenas frases.

Fico imaginando os grandes escritores fazendo seus trabalhos. Tenho livros que contam curiosidades sobre o processo de criação alguns autores, Camus, Virginia Woolf, Twain, Thoreau. Deste último, estou lendo agora "Walden" e é bem revelador. Tive o primeiro contato com este livro há alguns anos e consegui ler por esses tempos. Estrutura simples, mas vários pensamentos soltos e que no final dá uma linda sequência de uma pessoa inquieta. Seus pensamentos vão do político ao abstrato em poucas palavras. Sua gama de assunto gira em torno de tudo.

Os pensamentos, quando controlados, podem virar grandes armas para nossas batalhas do dia-a-dia. Pensamos, agimos, pensamos, agimos. Entendem? E não pensamos, pensamos, pensamos e agimos.

E todo pensamento quando bem estruturado, dá resultado. Quando dá errado, desculpe, mas não foi bem desenhado. Nas nossas vidas é a mesma coisa. Pensamos tanto nas coisas e colocamos pouco em prática. E quando vem a tempestade de pensamentos, tudo acaba juntando e perdemos o foco. Coisas positivas, coisas negativas, tudo vem de uma maneira que não colocamos cada um do seu devido lado. Misturamos tudo e quando vemos, estamos perdidos e acabamos não fazendo nada.

Hoje, consigo colocar ordem aqui no barraco que era a minha cabeça. Quando começa a bateria, logo já consigo identificar cada instrumento e coloco cada um no seu lugar. Não é fácil, mas no final o resultado é bem interessante. Dá até para perceber certa harmonia e ver a evolução de cada um.

Triste realidade

Mudar de vida, dicas, dica,mudar, realidade, presente

Escutamos sempre as pessoas falarem que gostariam de fazer determinadas coisas mas que por algum motivo deixam de fazer. Gostaria de me relacionar melhor com minha família, de entender meus pais, de fazer exercícios, de ir adiante com um projeto, de ler mais, de ir a lugares diferentes e por ai vai.

Por que adiamos a vida? Porque não fazer hoje tudo o que sonhamos? Por que não tomamos a dianteira de nossas vidas? Por que será que sempre temos que ser coadjuvantes em histórias vazias? Por que não fazermos nossas histórias?

Temos imensas dificuldades em lidar com questões tão pequenas e temos enorme capacidade em construir grandes usinas e prédios. Se o que nos falta é simplicidade, por que dificultamos tudo?  Na verdade, damos apenas desculpas para viver. Não queremos enfrentam os desconhecidos caminhos da simplicidade. Falo desconhecidos simplesmente pelo fato de ser ainda algo inexplorado por muitos.

Queremos mostrar para as pessoas nossas últimas aquisições tecnológicas e escondemos o amor que sentimos por alguém. Anunciamos nossas conquistas profissionais e não falamos de simples problemas da vida.

Participamos de campanhas que visam a vida simples e quando estamos entre quatro paredes desejamos coisas absurdas. Esperamos tanto da vida que quando temos tudo nas mãos temos medo nos olhos para encarar a realidade. Fugimos dos nossos compromissos como gato fosse de banho. Chega a ser uma vida triste a qual vivemos hoje.

Que tal agora parar de fugir da vida e encarar apenas a realidade? Quero ainda descobrir quem foi o fulano que disse que para sermos felizes temos que ter ao invés de ser.

oração . a banda mais bonita da cidade

sexta-feira, 20 de maio de 2011

No caminho certo...

Mudar de  vida, dicas, dica,mudar,caminho,caminhada,seguir,não parar

Aos poucos vou conseguindo minhas coisas. Pequenas ações realizadas fazem com que todos  a minha volta se perguntem o porque que estou fazendo isso. Ás vezes olho para as pessoas e me olho no espelho e vejo um ser completamente diferente.

Somos iguais em tudo, porém diferentes nos detalhes. Nossa diferença é de dentro pra fora. E para alguns, é o que mais conta. Acho engraçado até quando as pessoas se acham tão diferente dos outros. Olhos, observo e vejo tudo igual.

Nosso grande pecado, se é assim que posso chamar, é dificultar tudo. Procuramos problemas onde nada existe, tentamos colocar defeitos nas coisas já realizadas e assim perdemos nossas chances de acrescentar algo em tudo. Dificilmente queremos começar algo, mas quando encontramos algo pronto, tudo vira motivo de reclamações. Acabamos perdendo tempo demais em achar algo de errado nas coisas e não criamos nada de novo.

Percebi que meu trabalho é bem mais demorado do que imaginava. Vi que ele ainda encontrará muitas caras feias, gente que olha torto e principalmente, pessoas que não estão nem um pouco interessadas na vida.

Vai ser difícil, vou encontrar muitos obstáculos, mas aos poucos, a boca que antes só reclamava, agora sorri. O rosto que tinha marcas de uma vida toda, agora relaxa bem devagar. Os braços que antes ficavam cruzados, agora até tentam um abraço.

O caminho ainda é longo, a estrada terá muitas curvas e buracos, mas sei que chegarei no meu caminho.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Situação atual

Mudar de vida, dicas, dica,mudar,presente,realidade,encarar de frente

Depois do choque da decisão tomada, vêem as consequências. Ando muito pensativa agora, bem mais do que antes. Tinha muita vergonha de conversar sobre minha vida, não gostava mesmo. E quando alguém perguntava algo, não chegava a ser grosseira, mas desconversava.

Fica a pergunta. O que teria mudado em mim? O que me aconteceu, senhor? Hoje, adoro escrever sobre meus "problemas". Acho que esta experiência está me valendo todo o período em que fiquei aprisionada.
Muitos pensam, mas falar da sua vida abertamente, credo? Pois é. Hoje não vejo nenhum problema nisso. Claro que não falo sobre absolutamente tudo, lógico. Escrevo sobre coisas que realmente me incomodaram na minha vida até então. Escrevo sobre minhas dificuldades, minhas dúvidas e principalmente, sobre minhas tristezas. Acho muito válido termos um espaço onde possamos colocar todos os nossos sentimentos. Pode ser do jeito que você achar mais adequado, diário, blogs, psicólogos.

Hoje, temos uma certa liberdade para falar sobre esses assuntos. Fico imaginando como era a época da minha mãe, que hoje tem 56 anos. Sempre que converso, ela diz que era uma época muito complicada e que nada do que temos hoje tinha nome na época. Síndrome daquilo, depressão, ansiedade. Sei que sempre existiram tais problemas, só que hoje, fala-se mais abertamente. Penso que antigamente as mulheres sofriam mais da síndrome de Ema Bovary do que qualquer outra coisa. Presas em casamentos arranjados, praticando o ócio todos os dias e imaginando como seria suas vidas.

Quando resolvi criar esta página e a do Facebook, não esperava muita coisa, confesso. Imaginava sim, dando certo e tal, mas do jeito que está hoje, acreditem, não imaginava mesmo! É bem legal ver que você não é a única pessoa do mundo com dificuldades, receios, medos, dúvidas, tristezas. E o melhor é ver que realmente existem pessoas que acreditam em mudanças e que praticam isso todos os dias.

Sonho mesmo é ver todos felizes com suas vidas. Mudando hábitos e quebrando paradigmas. Mas como disse, é apenas um sonho. E realmente estou disposta a torná-lo realidade.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Sem volta...


Mudar de vida, dicas, dica,mudar, transformar,viver,sem medo
Depois de muito insistir, minha irmã conseguiu me vencer pelo cansaço. Irei fazer um leader training. Algo que para ela surtiu muito efeito e para toda a sua equipe de vendas também. Mas disse para ela: meu negócio não é vendas. Quero somente escrever.  Ela respondeu: Não importa a sua área ou o seu sonho, o importante é você saber como fazer. E é exatamente o que esse treinamento lhe dará. Penso, ué, que mal pode fazer? Vamos embora, então.

A partir do momento em que disse que iria fazer o treinamento algo dentro de mim mudou. Tenho tantas palavras, mas agora não sei exatamente quais usar. Senti uma abertura dentro do meu coração e uma explosão por todo o meu corpo. Desde a cabeça até os pés. Imagino que não será o treinamento que me dará o que quero, mas acredito que através dele conseguirei enxergar melhor meus caminhos, minhas escolhas.

Temos que encontrar um ponto dentro de nós que não nos deixa dúvidas nem possibilidades de retorno. Se encontrarmos esse ponto e fincarmos nossa bandeira, dificilmente alguém conseguirá tirar de lá. O que quero dizer é, a partir de uma decisão, não podemos voltar atrás até conseguirmos alcançar o que queremos, seja lá o que for. Coragem, atitude, ação, seja lá qual for a palavra, coloque no seu vocabulário e diga essa expressão todos os dias pela manhã.

Fazendo isso, seu foco será único. E percebi que quando temos foco no que queremos, nada nos tira do caminho. Foco. Essa é a palavra. Concentração, vontade,tudo é consequência. Coloque na sua cabeça o que você quer, e todas as horas pense em como você seria se neste exato momento estivesse fazendo o que sempre quis. Pense. Sonhe com isso. Depois você irá perceber que não consegue viver sem aquilo. E é a partir daí que você irá começar a ir atrás do que quer.

Esses dias estava me sentindo estranha. Tentava fazer as coisas e aparentemente nada dava certo. Mas continuei. Muitos dos posts foram desabafos mesmo. Só que tomei grandes decisões durante essas últimas semanas e acho que definitivamente consegui achar meu caminho. O caminho sem volta. Ainda bem!
Minha frase agora é: a partir de certo ponto, não há qualquer possibilidade de retorno. E é exatamente este ponto que devemos procurar.

Quero ir em frente. Chega de passado e muito menos futuro. Quero o agora. Não tem mais volta. Decisão tomada. Arco com qualquer consequência de cabeça erguida, só que a diferença é que estou fazendo o que sempre quis e não fingindo.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Juntando os cacos...

Mudar de vida, dica, dica,mudar,transformar,realidade,sem voltar atrás


Sempre que nos sentimos desse jeito, temos que de algum jeito tentar juntar todos os nossos pequeninos pedaços e dar forma a outro ser. Não existe outra maneira de ser, e ao invés de lutarmos para retornarmos ao que éramos antes, por que não tentar ser outro ser? Construir outra história, viver outra vida?

Gostaria muito de saber porque temos tanto medo de enfrentar nossos dilemas? Temos uma vida inteira para vivermos isso e adiamos sempre para o outro dia, ou quando estamos no meio da tempestade fazemos de tudo para que acabe. Devemos enfrentar todas as nossas dificuldades de frente, dar as caras e perguntar, E aí? Qual é o problema?

Ninguém nunca disse que tudo seria perfeito e que colheríamos rosas todos os dias. Por que acreditamos nisso? Por que não enxergamos tudo as claras. Defeitos, erros, derrotas, tudo que faz parte do outro lado da vida e que ninguém gosta de falar. Claro que tem os que falam à respeito. Esses são os diferentes. Diferentes, mas que aos poucos vão dando as caras, aparecendo e mostrando que se enfrentarmos ao invés de escondermos as coisas da vida, podemos viver plenamente.

Nossas dificuldades são apenas partes do processo de nossa construção. Mas é difícil de entender. Eu também acho. Sempre que passo por esses momentos fico angustiada, com o peito apertado, mas apenas vivo o momento e converso bastante comigo para saber o por que estou passando por isso.

Nossas batalhas são eternas. Nosso quebra-cabeça, todo o nosso processo de montagem é contínuo. Todos os dias estamos aprendendo e ensinando. Temos que lembrar sempre disso  e nunca fugir ou fingir. Fingimos o suficiente para acreditarmos nas nossas mentiras.

E que fique bem claro uma coisa. Estamos tão imersos em nossas mentiras que por um momento estamos acreditando que nunca poderemos ser felizes. Vamos, juntos, lutar contra essa ditadura da mentira de que ninguém pode errar, ter problemas, ter defeitos ou mesmo de perder. Enfrentemos os gigantes, pois esses quando desmascarados mostram que tem os mesmos problemas que nós, meros mortais.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Desistir nunca!



Tentei por esses dias entender o que se passa comigo. Me vejo fazendo coisas que antes nem chegava perto. Tinha a maior vergonha de tudo. Não conversava com ninguém que não conhecia, não falava ao telefone muito menos me divertia com meus amigos. Achava que a vida era somente para ser levada e não vivida. Nesse tempo, tive grandes lições. Na verdade, foram lições magníficas que me fizeram entender melhor tudo a minha volta.

Acho que quando realmente começamos a viver nossos objetivos, tudo flui. Ás vezes confesso que penso em desistir de tudo. Quero parar de escrever, quero parar de fazer tudo o que venho fazendo para conseguir me realizar mas simplesmente não consigo. Quando percebo, já estou escrevendo, lendo, tendo idéias. E são essas idéias que não param de aparecer. São tantas que ás vezes me perco entre elas. Quero isso, quero aquilo, será que consigo, certeza que posso.

Sempre me considerei uma pessoa mediana, uma pessoa que não tinha nada de interessante para acrescentar ao outro. Acontece que a  grande maioria das pessoas também são medianas. Explico. São pessoas que apenas levam suas vidas, sem fazer nada que faça seus corações vibrarem. Fazem o básico para sobreviverem. E como já disse milhões de vezes por aqui, ESSA NÃO É A VIDA QUE EU QUERO!

Apesar de ainda estar começando nesse mundo, tenho pressa para que algo aconteça. Preciso de respostas. Nem que seja uma que diga que eu sou péssima com as palavras. Seria legal, pois aí eu veria como andam as minhas forças. Aprendi que nunca posso abandonar nada pela metade e que muitas vezes não vamos alcançar realmente o que queremos. Mas estou na seguinte fase: vou conseguir o que quero e do jeito que tem que ser. Vejo que ainda estou no pé da montanha e que ainda tenho uma escalada muito difícil pela frente.

Sei que não vou desistir, como também sei que vou conseguir o que quero. A diferença dessa vez é que sei o que estou fazendo e sei qual o resultado que quero. O que está acontecendo agora é apenas uma fase. Uma impaciência normal para qualquer ser humano que vive em busca de respostas. Infelizmente sou assim. Provavelmente quando eu morrer, eu ainda esteja procurando por algo. Se vou encontrar pelo caminho, não sei. O que sei é que ainda quero descobrir algo que ainda não sei o que é.

Leia também:  Mãos a obra   e   Transformações

domingo, 15 de maio de 2011

Somos seres estranhos


Mudar de vida, dicas, dica,


Esta não é uma constatação nova, eu sei. Mas a cada dia que passa percebo que quanto mais procuramos respostas mais distantes elas ficam. Quando acho que estamos no caminho certo, lá vem uma bomba e temos que começar tudo do zero. Nunca aprendemos com os nossos erros, isso é fato. Falamos tanto em aprendizagem, mas continuamos a bater na mesma tecla. 

Exigimos tanto da vida que estou vendo a hora em que ela vai se virar contra nós e perguntar: E aí, qual é a de vocês? Exigimos de tudo e de todos que perdemos a noção das coisas. Temos tudo, absolutamente tudo o que queremos. Pensem na vida como um todo e não somente em áreas específicas. Falamos, movimentamos, sentimos e vivemos. Se falamos, por que não usar as palavras para semear coisas boas? Nos movimentamos para tantas coisas e não ajudamos o próximo, a não ser por interesse. Temos todos os sentimentos do mundo e não sabemos como controlá-los e usá-los da melhor maneira possível. Temos uma vida toda para viver e ficamos presos em pequenos detalhes. 

Acho que já está bem na hora de nos tornarmos adultos de vez. Chega de levarmos uma vida mentirosa, onde fingimos tudo. Vivemos na mais profunda mentira e acabamos que acreditando nela. Viver a realidade pode ser cruel ás vezes, mas é a melhor maneira de ser feliz. Vamos parar com essa história de que temos que acertar sempre, que não podemos errar. E se formos errar, que seja por uma tentativa e não por uma falta de iniciativa. 

Sempre fico imaginando como seria o mundo se todas as pessoas vivessem lutando pelos seus objetivos e sonhos. Viveríamos num mundo completamente insano, com pessoas apaixonadas pela vida e não teríamos tantas doenças como à depressão, síndrome do pânico e outras. 

Gostaria que todas as pessoas que lessem esse texto, a partir de agora abandonassem qualquer hábito e padrão que o impede de alcançar sua felicidade. Diga mais sim do que não, olhe nos olhos, sorria mais, seja quem você sempre quis ser, conheça novas pessoas e novos lugares, não critique tanto, deixe a tristeza de lado, mas nunca a abandone, chore mais, fale sobre o que você sente, não tenha vergonha, exponha todas as suas opiniões e respeite sempre o próximo.

Vamos viver, vamos ser e vamos fazer!!!

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Medo


Mudar de vida, dicas, dica,


O medo é algo que não faz mais parte da minha vida. Por muitos anos não vivi por causa dele. É um sentimento que te deixa impotente, não te deixa ter nenhuma reação e faz você perder toda a ação.

O medo parece aquela pessoa que sempre torceu contra você, que faz de tudo para não te ver feliz e que nunca faz nada pro você. Para ele e para essas pessoas devemos apenas agradecer por todas as tentativas de sabotagem. Devemos tratá-los com a máxima educação, pois são coisas, sim, coisas que no final certamente iremos agradecer.

Escutei que o medo é uma doença que não tem cura, pois por mais que você cuide e o deixe lá no cantinho, do nada ele irá aparecer. Mas essas visitas são pequenas e rápidas, pois agora ele só aparece como aquele friozinho na barriga.

Quando você aprende a controla-lo verá o quanto perdeu na vida. Verá também que ele não é um bicho de sete cabeças, afinal ele não fala, não te escuta e muito menos pode dizer o que você pode fazer na sua vida.
Deixemos ele de lado, esquecido, abandonado. Não vamos alimentar um sentimento que prende milhões, senão bilhões de pessoas a viverem na mais pura infelicidade. Quem tem medo não arrisca, não se joga. Quem tem medo passa a vida vivendo na média, nunca acima do que pode e deve. Ele controla a sua vida e faz com que você se sinta apenas mais um. 

Cada um é único, cada um deve escrever e contar sua história. Não deixe que um coadjuvante roube isto de você. Enfrente-o, brigue, grite, mas nunca, nunca deixe que o medo tome conta da sua vida.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Sobre escolhas...

Mudar de vida, dicas, dica,


Todos os dias penso em desistir desse meu sonho. Muitas vezes penso que é tão bobo, mas tão bobo, que ninguém mais além de mim seria capaz de abrir mão de tudo por causa dele. Mas sempre quando penso nisso vem na minha cabeça o tipo de vida que terei de viver se desistir do que quero. E é algo que me assusta. O assombro vem porque sei que serei infeliz. Não terei um pingo de felicidade levando uma vida das 8:00 às 17:00 e de segunda a sexta. Minha infelicidade será trancada em um escritório, rotina, com horários para tudo. E definitivamente não quero isso para minha vida.

A partir do momento que se faz uma escolha, muitas outras coisas vem junto. Você abre mão de muitas coisas pela escolha que fez. Você tem que seguir em frente. Não pode parar. E ás vezes confesso que tenho vontade de parar sim. E é neste exato momento que sinto meu coração parando.  Sinto um desespero tão grande ao pensar em parar que logo mudo meu pensamento. Não é questão de fugir e sim enfrentar meus demônios.

Nunca levei nada em frente na minha vida. Mas nunca me vi na rotina. O tempo que vivi assim foi um grande aprendizado. Mas vi que não é nem um pouco da vida que quero. Porém,  escrever é algo que me faz sentir viva. E sei que existem pessoas que passam pelo mesmo problema que o meu. Com sonhos em segundo plano e levando uma vida vazia.

Mas esse vazio, pelo menos no meu caso, já está sendo preenchido. Adoro quando absolutamente do nada tenho uma idéia para postar aqui. Começo a escrever  o texto e quando vejo, ele está gigantesco. Pois é, tenho tanta coisa para escrever que me empolgo toda. 

O que realmente tenho certeza na minha vida é que conseguirei ter a vida que quero. Sei que pode demorar o tempo necessário. Mas não vou desistir nunca. Nunca. Nunca. Nunca. Porque vencer é isso, é nunca desistir de nada.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Mude

Mudar de vida, dicas, dica,


Hoje demorei um pouco para atualizar o blog, mas foi por um bom motivo. Fiquei lendo todos os textos postados aqui e percebi que ainda tenho muito o que aprender. Sei que a grande maioria quando aqui aparece até se diverti com o que lê, mas acredito que a grande maioria se identifica com o que escrevo.

Muitos pensam da mesma maneira, mas o grande problema é expressar tudo. É bem complicado largar tudo o que conquistamos até agora para abraçar uma "causa" boba para alguns. Mas sei que um dia tudo o que penso, escrevo terá resposta. E todo o sofrimento que sentimos será invadido apenas pela paz e pelo amor.
Para poder criar cada texto aqui penso nele desde quando acordo. Não é fácil, pois minha mente anda muito movimentada por esses tempos. Mas sempre que sinto que não vou conseguir atualizar, começo a escrever e no final, o texto está pronto.

Nunca em nenhum momento deixei de me expor ao escrever os textos. Coloco muito da minha vida em cada um. Sei o que escrevo porque vivi tudo o que escrevi. O que quero dizer é o seguinte: não tenho nenhum outro motivo ao escrever este blog senão o de apenas mostrar para todos que para podermos viver plenamente, temos que nos expor. Não tem jeito. Não existe outra maneira. Nossa vida são nossas escolhas e nossas escolhas moldam nossos destinos. Se formos pessoas mesquinhas, fechadas, mal humoradas, atrairemos o mesmo. Se formos amorosas, receptivas e alegres, atrairemos o mesmo.

Reclamamos todos os dias que o mundo está violento, que não aguentamos mais ver guerras, mortes e violência nos telejornais, mas o que fazemos por nós para mudar? Acordamos no outro dia, fazemos as mesmas coisas. No final, teremos o mesmo resultado. Uma pequena mudança que você fizer em sua vida será capaz de atingir todos a sua volta. E daí, essa pessoa a sua volta também muda alguma coisa e atinge outra pessoa. Entende o que quero dizer? É uma corrente.

Se somos infelizes, atrairemos a infelicidade. Mas se formos amorosos, atrairemos o amor. O mais puro. O mais simples. Não acordaremos mais com o coração pesado, aflito e inseguro. Nossos dias serão completos. Conseguiremos fazer tudo. Teremos tempo para tudo. Basta apenas mudar uma coisa em você. Comece assim. Mude apenas uma coisa que você sempre quis. O resto flui.

domingo, 8 de maio de 2011

Positividade

Mudar de vida, dicas, dica,

Vivemos atualmente em um mundo interessante. Estamos falando mais sobre assuntos antes esquecidos. Somos mais positivos, exigimos mais positividade das pessoas e mesmo assim alguns ainda não entenderam o sentidos das coisas. Sei que cada um tem seu tempo, mas o que quero dizer é o seguinte: está mais do que provado que é simplicidade das coisas e das pessoas, o amor, a beleza e a fé são nossas bases. E por que ainda pensamos que  a grandiosidade, o ter, o poder são mais importantes?

Sempre que escutamos histórias de sucesso, todos falam as mesmas coisas. Cada um atinge o sucesso de inúmeras maneiras mas a plenitude, só vem com o simples. E mesmo assim, as pessoas ainda procuram felicidade em carros, casas, dinheiro.

Como então tentar compreender as necessidades das pessoas? Como entender os mistérios que envolve as pessoas? Sei que é praticamente impossível, mas gostaria de tentar. Cada um tem seus mistérios, cada um sabe daquilo que gosta e que pode lhe fazer feliz. Se sabem tudo isso, porque são infelizes? Temos tantas opções na vida, tantos caminhos, e por que tomamos sempre o mesmo? Se sabemos o que queremos, por que fazemos o que não gostamos? Alguns vão pensar: faço o que faço pela necessidade. só vivo desse jeito porque de outro seria impossível. Necessidade, impossível, basicamente palavras que não nos motivam mas que se aplicadas de outras maneira, viram armas para nos alcançarmos tudo o que queremos.

Fale coisas mais positivas, faça coisas mais positivas. Faça coisas que nunca fez antes e veja o resultado. Se não for o que você esperava, pelo menos tentou. Li em um livro que temos mais palavras com sentido negativo do que positivo no dicionário. Que tal começarmos a mudar apenas mudando nossas palavras. Tente, ué? É algo simples e que não requer muito esforço. O único esforço mesmo será você se policiar com as palavras que fala.

Não podemos esperar que o mundo mude para nós, porque ele não irá mudar. O que temos que fazer é tentar. Temos inúmeras possibilidades todos os dias e deixamos escapar pelos pequenos detalhes. Vejam as coisas mais simples. São as mais belas, certo? Não busquemos mais a fortuna. Se ela tiver que vir, ela virá nas pequenas coisas. E saibamos mais agir com sabedoria. Nunca peça respostas objetivas as suas perguntas. Peça apenas sabedoria para poder enxergar as coisas.

Temos um mundo pela frente, entendem? Só conseguirá alcançar o sucesso aquele que agir com sabedoria e positividade.

sábado, 7 de maio de 2011

Vivendo, sendo e quase fazendo

Mudar de vida, dicas, dica,

E se alguém chegasse para você e falasse que tudo o que você viveu até agora era mentira? Mas absolutamente tudo. Sucesso, dinheiro, trabalho, família. Qual seria a sua reação? Pediria mais explicações para tal absurdo ou ficaria pensativo a respeito? Será realmente verdade, ou será alguém apenas querendo me alertar de algo?

Muitas vezes penso a respeito e vejo que seria mais fácil eu esquecer de objetivos, sonhos e simplesmente viver como a maioria. Um trabalho normal, uma família. Mas sempre que pensei desse jeito, senti um desconforto. Na verdade, neste exato momento da minha vida vivo este dilema. Tenho um trabalho normal. Ainda não consegui me livrar da insegurança de largá-lo e tentar viver do jeito que quero. Sei que as oportunidades nos aparecem quando trabalhamos nossos sonhos incessantemente.

Acredito que nunca é tarde para você realmente decidir o que quer da vida. Só que as vezes, as oportunidades não esperam tanto tempo. Nosso mundo hoje está tão dinâmico que o que foi ontem, certamente não será mais hoje.

Só fico pensando por onde começar a abrir as minhas portas. No caminho sei que estou. Estou vivendo, sendo do jeito que sempre quis ser e o fazendo é que enrolou um pouco. Mas já comecei. Antes tudo o que escrevia, jogava fora.

Sei que ainda tenho muito o que aprender. Muito mesmo. Mas sei também que o que vivi foi uma tremenda experiência para muitos.  Quando escrevo sobre os assuntos abordados já por aqui, todos, absolutamente todos, vivênciei. Nunca escrevi nada que não tivesse vivido. E sei também que existem pessoas na mesma situação que eu, mas que por uma pequena infelicidade, ainda não conseguiu se livrar de seus demônios.

Acho que meu grande problema é querer TUDO! Mas tenho a absoluta certeza que vou alcançar tudo o que desejo. Se outras pessoas conseguiram, por que eu também não?