terça-feira, 14 de junho de 2011

Conseqüências

Mudarde vida,dicas,dica, transformações, mudanças, consequencias.

Cheguei em um ponto da minha vida em que nada mais sei. Estou tomando somente decisões e esperando cada resultado. Cada atitude, uma surpresa, e sempre agradável. Muito do que fiz esse ano, o ano em que quebrarei todos os meus paradigmas, de nada me arrependi. Muito pelo contrário. Amei cada segundo das minhas atitudes tomadas.

É claro que estou correndo riscos. Isso é meio que óbvio. Mas é disso que estou falando. O correr riscos, aquele frio na barriga, a incerteza da decisão tomada. Isso é a vida e é para isso que vivemos. De nada adianta você planejar absolutamente tudo se não deixar um espaço para a incerteza.

E daí que você não saiba dançar mais está com uma vontade louca de sair pulando? O que mais pode acontecer? As pessoas saírem falando, rirem, ficar apontando. E daí? E o que eles tem a ver com tudo isso? E a sua vontade, como fica? O máximo que pode acontecer é você errar todos os passos, mas quando você chegar em casa e colocar a cabeça no travesseiro estará completamente feliz e cansada. Ficará pensando quando será a próxima vez que fará essa loucura.

O arriscar não significa pagar aquele mico ou ser motivo de piada. Significa ser você, suas vontades, desejos, sonhos, objetivos ou seja lá como você chama. E sim, você vai errar, vai quebrar a cara, vai chorar, vai ter raiva, só que tudo faz parte do pacote. Não queira somente colher rosas. Aguente os espinhos. São eles que te faram crescer.

Só cresce na vida e como pessoa aquele que não tem medo, aquele que simplesmente se joga na vida sem medo das conseqüências. Se fossemos visualizar a situação, colocaria a vontade como anjinho e o medo como o diabinho. E ele ficará lá, bem quietinho no seu ouvido, sussurrando que você não vai conseguir, que não tem capacidade, que existem pessoas melhor, que é mais seguro ficar onde está, que não vai muito onde e blá, blá, blá. Já o anjinho, este falará apenas: Você consegue, eu sei!

Não precisamos de muito para vencer. Basta apenas que saibamos para onde queremos ir.  O caminho, isso você percorrerá todos os dias, por mais que não saiba para onde ir. Quando você quer algo e está decidida a ir em frente, os caminhos aparecem.

2 comentários:

dionete disse...

Gostei demais deste texto.

Camila disse...

Agradeço a visita Dionete!
Volte sempre.

Abraços.